Bem-vindo (a) ! Hoje é

728x90 AdSpace

Procurar no site. Empresas, classificados, hotéis, pousadas, pessoas e notícias.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Irecê: Processo movido pelo prefeito contra rádio Caraíbas FM leva manisfestantes a solidarizarem de maneira simbólica com emissora

Na quarta-feira, 21, um grupo de pessoas esteve em frente as Rádios Caraíbas FM e Regional AM, para manifestar solidariedade a Rede Caraíbas de Comunicação. Portando cartazes, os manisfestantes demonstravam indignação com relação a postura do prefeito de Irecê, Luizinho Sobral, que moveu processo contra a rádio, ficando a mesma impedida de citar o seu nome de forma depreciativa, pleito prontamente atendido pela justiça em Irecê.

A direção da emissora emitiu uma nota, veiculada na programação, esclarecendo o fato aos ouvintes, evitando inclusive colocá-los no ar via telefone. Cita que, em razão de decisão proferida pelo juiz da primeira vara do Juizado Especial de Irecê, Dr. Alexandre Lopes, nos autos do processo n 0008413-26.2015.8.05.010, movido pelo prefeito municipal contra a Caraíbas FM, a emissora ficará impedida de pronunciar o nome do prefeito em sua programação ou entrevistas.

Que de acordo com a decisão a emissora deve se abster de pronunciar o nome do prefeito com o objetivo exclusivo de prejudicar-lo, sob pena de multa diária de R$ 1.000,00. Diz ainda a nota, que emissora em quase 30 anos de existência, nascida em período que o Brasil vivia uma ditadura, jamais experimentara qualquer restrição desta natureza, "ciente de que preza pelo direito a informação e a liberdade de expressão, assim como respeita os direitos da a personalidade dos indivíduos, a emissora respeita a decisão, mas que irá buscas as devidas providências em instância superior, por não concordar com a restrição e repudiar qualquer forma de censura". Após a veiculação desta nota, e repercussão negativa, os advogados do prefeito ingressaram com nova ação pedido que o processo tramita em segredo de justiça.

O fato vem repercutindo em vários setores da sociedade, alguns criticam o prefeito, dizem que agindo desta forma, ele busca a blindagem as criticas feita a sua gestão, que segundo os vereadores de oposição está recheada fortes de indícios de corrupção, com inúmeras irregularidades, que teria contratado advogados no intuito de processar quem se atrever a falar mal dele, numa forma de intimidar os cidadãos com vários processos, muitos já estariam ocorrendo.

Para aliados do prefeito a rádio tenta desvirtuar a realidade dos fatos, que o juiz concedeu a liminar para evitar que fosse atacada a honra e a dignidade do prefeito. "O que não se pode admitir é afronta à dignidade das pessoas, até porque esse é um direito garantido por lei a todo cidadão, independente de ser prefeito", diz nota.

Desenhador por

Adailton Santana.

Agencia UAUNET: Temas UAU

  • Comente com seu blog
  • Comente com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Item Reviewed: Irecê: Processo movido pelo prefeito contra rádio Caraíbas FM leva manisfestantes a solidarizarem de maneira simbólica com emissora Rating: 5 Reviewed By: Adailton Santana