Bem-vindo (a) ! Hoje é

728x90 AdSpace

Procurar no site. Empresas, classificados, hotéis, pousadas, pessoas e notícias.

construindo
sexta-feira, 16 de dezembro de 2016

Malafaia se diz indignado com condução coercitiva: 'Tentativa para me desmoralizar'

O pastor Silas Malafaia, alvo de condução coercitiva na Operação Teófilo (veja aqui), usou seu perfil no Twitter para se defender. O líder da Assembleia de Deus se disse "indignado" com o mandado e que a condução coercitiva "é uma afronta". Segundo o pastor, ele recebeu uma oferta de R$ 100 mil de um advogado amigo do pastor Michael Abud, que quis fazer uma doação pessoal à igreja, e depositou o cheque na conta conjunta que possui com sua esposa. O montante, de acordo com Malafaia, foi declarado à Receita Federal. "Por causa disso sou ladrão? Sou corrupto? Recebo ofertas de inúmeras pessoas e declaro no imposto de renda tudo o que recebo. Quer dizer que se alguém for bandido e me der uma oferta, sem eu saber a origem, sou bandido? É tentativa para me desmoralizar na opinião pública", escreveu Malafaia, questionando se não poderia "ter sido convidado para depor".
O evangélico ainda publicou um vídeo no YouTube para reforçar sua indignação com o mandado judicial e repetir o mesmo argumento escrito no Twitter. "É necessário isso? Por que não recebi intimação pra prestar depoimento? Estou aqui indignado. Isso é uma afronta. Que democracia é essa? Que estado de direito é esse?", questionou. Malafaia é suspeito de participação em lavagem de dinheiro e de ter emprestado contas da instituição religiosa para ajudar a ocultar recursos. 

Desenhador por

Adailton Santana.

Agencia UAUNET: Temas UAU

  • Comente com seu blog
  • Comente com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Item Reviewed: Malafaia se diz indignado com condução coercitiva: 'Tentativa para me desmoralizar' Rating: 5 Reviewed By: Adailton Santana