Bem-vindo (a) ! Hoje é

728x90 AdSpace

Procurar no site. Empresas, classificados, hotéis, pousadas, pessoas e notícias.

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017

Governo de Uauá discute implantação do Projeto de Fruticultura de Sequeiro


Constesf, Embrapa e secretários municipais discutem implantação do Projeto de Fruticultura de Sequeiro no Território do Sertão do São Francisco

Visando conhecer e discutir a implantação e desenvolvimento da fruticultura de sequeiro na região, através do Consórcio Sustentável do Território do São Francisco (Constesf) o Assessor Especial de Agricultura e Desenvolvimento Agrário e Recursos HídricosJAIME SANTANA SILVA, reuniu-se com os secretários municipais de agricultura dos 10 municípios consorciados na manhã desta terça-feira (14), em Juazeiro. O projeto de fruticultura de sequeiro, desenvolvido pela Embrapa Semiárido busca fornecer aos pequenos produtores rurais um novo modelo de cultivo do umbu gigante (variedade desenvolvida pela Embrapa) e do maracujá do mato, fortalecendo a agricultura de base familiar e trabalhando o enriquecimento da caatinga.

O presidente do Constesf e prefeito de Canudos, Genário Rabelo, mediou as discussões juntamente com o diretor de projetos do Constesf, Frank Chaves, e os pesquisadores da Embrapa: Sérgio de Azevedo, Flávio de França Souza, Saulo Tarso Aidar e Fabrício Bianchini. Estiveram presentes além do Assessor da Secretaria de Agricultura de Uauá, os secretários de Curaçá, Pilão Arcado, Sobradinho, Casa Nova, Remanso, Juazeiro, Sento Sé, Canudos e Campo Alegre de Lourdes.

Segundo o presidente do Constesf, Genário Rabelo, essa é uma oportunidade que os municípios estão tendo de potencializar a agricultura familiar. “O Constesf visa atrair benefícios igualmente aos municípios para o desenvolvimento de todo o Território. A partir dessa discussão que tivemos aqui, cabe agora a cada prefeitura se posicionar para que juntos possamos pensar em um convênio que irá proporcionar um plano de trabalho que leve o projeto da Embrapa aos pequenos agricultores”, declarou. 
Fonte de informações: CONTESF

Desenhador por

Adailton Santana.

Agencia UAUNET: Temas UAU

  • Comente com seu blog
  • Comente com Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Regras do site
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação;
Art. 140 - Injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro.
Pena - detenção, de 1 (um) a 6 (seis) meses, ou multa.
É qualquer ofensa à dignidade de alguém. Na injúria, ao contrário da calúnia ou difamação, não se atribui um fato, mas uma opinião. O uso de palavras fortes como "ladrão", "idiota", "corrupto" e expressões de baixo calão em geral representam crime. A injúria pode fazer com que a pena seja ainda maior caso seja praticada com elementos referentes a raça, cor, etnia, religião ou origem.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Item Reviewed: Governo de Uauá discute implantação do Projeto de Fruticultura de Sequeiro Rating: 5 Reviewed By: Adailton Santana