Marketing Guia Comercial UAUÁ Marketing Guia Comercial UAUÁ Marketing 2 Guia Comercial UAUÁ Produtos e Serviços
Portal Casa Nova

Empresas em destaque

Reforço escolar Pequeno Príncipe

ABRE / FECHA Segunda  à  Sexta Manhã  08:00 | 11:00 Tarde das 14:00 às 17:00 INFORMAÇÕES DE CONTATO ...

thumbnail

BIOGRAFIA DE GILDEMAR SENA


                                                      BIOGRAFIA DE GILDEMAR SENA

Foto: Arquivo Pessoal
GILDEMAR SENA OLIVEIRA, nascido no dia 29.07.1957, na cidade de Juazeiro-BA é filho de Maria Sena Oliveira.

Desde pequeno já tinha inclinações para a arte de desenhar, na adolescência morando na cidade paranaense de Guaratuba, começou a pintar daí em diante desenhar e pintar passou a fazer parte do seu dia a dia. Após conhecer pessoas estudiosas sobre o tema de Canudos, passou a pesquisar a historia.

Em 1984 ajudou a fundar o Movimento Popular e Histórico de Canudos, um marco no resgate da historia de Canudos e Antônio Conselheiro. Com o trabalho de serigrafia em malha passou a contribuir culturalmente com a história de Canudos e seu resgate. 

No dia 30 de Janeiro de 1987 realizou sua primeira exposição individual, intitulada de TraçosSureais, técnica mista de guache e nanquim sobre duplex. Nesse mesmo ano realizou sua segunda exposição, intitulada Percepção, técnica guache sobre granito.

No ano de 1989 participou como figurante do vídeo ‘A Republica de Canudos’, e em 1994 participou como aderecista do Sete Sacramento de Canudos, produzido pela televisão alemã, no episodio ‘A Confirmação’, o vídeo e filme todos dois do cineasta Pola Ribeiro.

Em 1995 realizou sua primeira exposição em tela com o titulo Estado de Contemplação Visual Que Baila na Amplidão da Mente, técnica látex sobre tela, na sala de exposições da Casa da Cultura. No segundo semestre do referido ano, cursou no atelier do pintorargentino Hector Valdez, técnica de óleo sobre tela. Participou no filme A Guerra de Canudos, do cineasta mineiro Sergio Resende, como aderecista. No mesmo ano participou do Salão Regional de Artes Plásticas, na cidade de Juazeiro, com as seguintes obras: O Sapato Deformado, A Concha, esculturas em madeira e a tela a óleo, A Tratadeira de Fato.

No ano de 1997 escreveu a peça teatral ‘Canudos Não Morreu’, e fundou o Grupo Teatral Canudos Não Morreu. Neste mesmo ano projetou e construiu um cenário de oitocentos metros quadrado, com o titulo “A Replica de Canudos”, patrocinada pela Prefeitura de Uauá. Durante 04 anos entre 1997, 1998, 19999 e 2000 projetou e construiu as decorações dos festejos juninos.

Realizou na cidade de Aracaju, no rol da reitoria da Universidade Estadual de Sergipe, no período de 11 a 15.12.2000, a Exposição: Traços do Sertão, técnica bico de pena. Neste mesmo ano fundou em conjunto com Dr. Pedro Peixinho, o grupo de forro de pé de serra ‘Facho de Fogo’. Fez a direção do documentário: Calumbis, Pífanos e Zabumbas, O Som do Sertão de Canudos, em imagem digital para televisão, em conjunto com Joel de Almeida e Marcelo Rabelo, Fez a direção de produção do Vídeo documentário Cuitá: A Pedra do Bendegó, de Marcelo Rabelo.

Em 2005 participou no dia 23/09 do Caruru dos Sete Poetas, na cidade de Cachoeira/BA, onde recebeu Menção Honrosa na 7° Bienal do Recôncavo com o quadro A Banda de Pífanos e Destaque Especial no Salão Regional de Artes Plásticas de Feira de Santana/2005, com o quadro Literatura de Cordel, a literatura do povo. Participou várias vezes do Festival de Cultura Os Sertões, na cidade de Euclides da Cunha.

Em 2006 participou como cenógrafo no curta-metragem “Canudos, Numa Longa Curva” um filme em 35min do Cineasta Argentino Carlos Pronzato.

Em outubro de 2010, a convite da Coopercuc – Cooperativa Curaçá, Uauá e Canudos, Terra Madre, no período de 21 a 25 de outubro, Turino/Itália, com a exposição Às Catadeiras de Umbu, técnica bico de pena. Além de artista plástico e poeta, é também cenógrafo, aderecista, fotografo amador, escultor, diretor teatral, roteirista, compositor e produtor cultural.

Nos anos de 2017 e 2018 foi o coordenador da Decoração da tradicional festa de Vaqueiros em Curaçá.   

Em 2018 participou no Shopping Juá Garden em Juazeiro, da Exposição “Traços do Sertão” de 06 a 25 de abril.         

Desde 2015 o artista participa anualmente da tradicional Exposição Coletiva “Viva São João” na cidade de Cachoeira.


Edição, Adailton Santana, com informações de Gildemar Sena em 11/04/2019.

Cadastre seu e-mail

Receba atualizações com ofertas deste aunciante em seu e-mail

Nenhum comentário até o momento:

Regras sobre comentário no site.
Não serão aceitos comentários que:
1. Excedam 500 caracteres com espaço;
2. Configurem crime de calúnia, injúria ou difamação; sob penas das leis brasileiras no Art. 140.
O uso de palavras fortes como;ladrão, idiota;corrupto; e expressões de baixo calão em geral representam crime.
3. Sejam agressivos ou ofensivos, mesmo que de um comentarista para outro; ou contenham palavrões, insultos;
4. Não tenham relação com a nota publicada pelo site.
Atenção: só serão disponibilizados no site os comentários que respeitarem as regras acima expostas.

Siga por email

Entretenimento

Anunciar| Contrato| Preços| Privacidade| Contato Site Seguro garantido pelo Goolge
UAUÁ.COM.BR - O SEU GUIA © 2004 - 2019 | (74) 9 9980 - 3010